O Que é Consumo Solidário

“Consumo solidário” é um conceito ainda em construção. Ele se relaciona a outros, como “consumo consciente”, “consumo responsável” ou “consumo sustentável” (que algumas vezes, inclusive, são usados indiscriminadamente).

Para a Rede Bem da Terra, o consumo solidário expressa a atitude crítica dos consumidores que rejeitam orientar suas compras apenas em função das relações de quantidade, qualidade e preço, ou em função da publicidade da mídia.

O consumidor solidário combina a sua avaliação em termos de satisfação econômica pessoal (qualidade e preço do produto) a uma avaliação mais ampla, baseada em perguntas simples: – Eu preciso mesmo disto? Como isto foi produzido? Que tipo de insumos foi utilizado? Que efeito a minha escolha terá sobre a minha saúde e das outras pessoas, sobre o meio ambiente e sobre a vida de minha comunidade e de outras comunidades?

Ele entende o ato de consumo não como uma relação entre dinheiro e mercadoria, mas sim como uma relação de troca entre pessoas. É uma troca entre produtores: entre alguém que vende aquilo que produziu para alguém que tem dinheiro porque, em outro momento, já produziu e já vendeu (um produto, um serviço ou apenas sua força de trabalho). Sendo uma relação entre pessoas, essa troca exige um comportamento ético e solidário de ambas as partes.

Por isso o consumidor solidário combina critérios de saudabilidade (pessoal, familiar), de sustentabilidade (ambiental) e de solidariedade (econômica e social), ordenando suas prioridades de compra pela relação entre suas necessidades pessoais e os efeitos de suas escolhas sobre o mundo que nos cerca.

 

Você pode ler mais sobre consumo solidário acessando o artigo de Leonardo Boff em:

http://www.akatu.org.br/Temas/Consumo-Consciente/Posts/Consumo-solidario-e-responsavel

Ou também no artigo acadêmico de Jandir Pauli, publicado na Revista Proposta, em nov/2003:

http://www.fase.org.br/projetos/vitrine/admin/Upload/1/File/Proposta98/jandirpauli98.pdf